Cortona é uma vila na  província de Arezzo na Toscana e conta com 22.526 habitantes.

A cidade é o principal centro cultural e turístico do Val de Chiana.

Sua arquitetura é tipicamente medieval, o que faz de Cortona uma cidade repleta de história.A vila se tornou mundialmente famosa após servir como principal  locação para o filme “ Sob o sol da Toscana”. A casa Bramasole, comprada e reformada pela escritora Frances Mayers, de fato fica nos arredores da cidade, porém, aquela que vemos no filme, usada como locação, é uma outra casa também da região, mas não é tão simples de encontrar.Cortona se desenvolveu no alto de uma colina com 600 metros de altitude e o acesso é por uma estrada estreita cheia de ciprestes, onde estão também os traços da era medieval.

O centro histórico data do século XIII: o Palazzo Comunale, a igreja de S. Francesco e o Palazzo del Popolo, são os 3 edifícios mais importantes e reconhecidos da cidade e, vejam vocês que no final do ano 1.200, eles já existiam.   Cortona também é rica de museus e obras de arte, algumas das razões pelas quais, há turistas durante todo o ano.

Dentro da vila, é melhor esquecer os veículos e gastar solas de sapatos. Cortona é boa para ser vista caminhando. A antiga cidade é murada e pequena, mas não esqueça que vale a pena caminhar fora do centro histórico.Nos arredores da cidade também  há muitos monumentos repletos de história, como castelo medieval e igrejas. Mas neste caso, é melhor fazer o percurso utilizando algum tipo de transporte.Como a cidade fica no alto, a vista de lá é linda. Então, uma vez em Cortona, se  prepare para aproveitar o dia e , obviamente, não deixe de saborear uma taça de vinho, de preferência daqueles produzidos na região.

Fotos: Sandra Santos

 

2 comments

Deixe uma resposta