“Aqui onde o mar brilha e sopra forte o vento, sobre um velho terraço, de frente para o golfo de Sorrento”.

Este é um trecho da música Caruso de Lucio Dalla. Seus  versos falam sobre os últimos dias de Caruso no hotel Vitoria onde sempre se hospedava e do terraço, admirava a água tão azul do golfo. O maior Tenor italiano não resistiu aos encantos de Sorrento, porque nós, meros mortais iríamos resistir?Eu poderia fazer um texto enorme para falar de suas belezas mas eu preferi resumir tudo, porque Sorrento é para ser vista e não há palavras suficientes que possam traduzir todo o seu esplendor.Sorrento  é para quem  aprecia o belo, porque lá é tudo um encanto.

Suas ruazinhas, vielas, pracinha, cafés, lojinhas e restaurantes.

Sorrento é como fazer amor com quem a gente ama: tem que ser lentamente e  com doçura. Não adianta ter pressa. Se tiver, vai perder o melhor: o verdadeiro prazer .

Sorrento é poesia.Para chegar de maneira mais econômica, vá para a estação de Napoli e pegue o trem Circumvesuviana e em menos de 1 hora estará lá.Faça bastante fotos, porque certamente, quando voltar, cada uma delas vai lhe trazer doces lembranças e a vontade de voltar.

Deixe uma resposta