Taormina é uma pequena cidade situada em uma colina de 206m de altitude no topo do Monte Tauro  na região metropolitana de Messina na Sicília. É um cenário de belezas naturais e contrastes na Riviera Iônica, tendo ao fundo, o vulcão Etna.

Lá do alto a vista para o mar Jônico é de tirar o fôlego. O Jônico, que é um braço do Mediterrâneo,  tem uma água cristalina de cor azul celeste que faz calar até o mais prolixo dos mortais.

Logo abaixo está Isola Bella que é um dos seus encantos.

Taormina era o lugar preferido de Rita Hayworth e nos verões foi fonte de inspiração para Goethe.  A região tem pouco mais de 9 mil habitantes. Dentro da cidade o número de moradores é super reduzido e entrada de veículos – exceto os dos habitantes – é proibida.

Taormina conserva os aspectos medieval e grego, como o anfiteatro, por exemplo, uma riqueza arquitetônica e histórica inigualável.

O Anfiteatro grego tem mais de 2000 anos e no verão grandes espetáculos são apresentados, como por exemplo, Simply Red, que fez um show lindo e que pode ser visto no You tube. O vocalista Mick Hucknall gosta tanto da região que manteve durante anos uma casa na Sicília.

Além de Isola Bella, lá do monte onde está Taormina é  possível ter uma vista maravilhosa do Etna, um dos vulcões mais ativos do mundo.

No centro circulam veículos apenas dos moradores, todos os outros, devem ser deixados antes da entrada da cidade. É pequena. Mas repleta de turistas. É umas das cidades italianas mais visitadas. Caminhando por Taormina vemos o cuidado de seus moradores que enfeitam suas ruas medievais e suas casas com  artesanatos e flores que estão por todos os lados.

A gastronomia é um show à parte. Os ” taorminenses” dizem que o segredo é usar ingredientes frescos. Os pescados, por exemplo, saem do mar e vão direto para a mesa. Spaghetti com frutos do mar é um dos pratos  preferidos dos turistas.

Taormina, definitivamente é inesquecível

 

Deixe uma resposta